Direto da Telinha: Onde “Ribeirão do Tempo” erra


Com 50 capítulos alcançados há cerca de uma semana, “Ribeirão do Tempo” ainda não mostrou a que veio. Os 7, 8 e raros 10 pontos de média são suficientes apenas para uma vice-liderança apertada e que levam a uma desnecessária briga com a Band e com a reprise de “Ana Raio e Zé Trovão”, novela de quase vinte anos da Manchete que o SBT reprisa.

A novela da Record é uma das mais fracas da atual fase da dramaturgia e leva consigo uma série de problemas que, mesmo com um know-how de apenas cinco anos – compensados por uma competente produção, não deveriam ocorrer.

A atual novela da Record tem inúmeros bons adjetivos. A fotografia, mesmo não sendo em alta definição, é excelente e muito bem adequada. A cenografia é uma das melhores desde a implantação do RecNov. O elenco, que reúne experientes e novos nomes da dramaturgia, tem muito talento.

O problema de “Ribeirão do Tempo” está em sua história. A política é um tema interessante mas que não atrai a maior parte dos telespectadores. Os bastidores da política, menos ainda. Além disso, o telespectador da Record não está acostumado com o tema, o que de início já gera rejeição. É possível sim, tirar de “Ribeirão do Tempo” várias metáforas facilmente relacionadas com a política brasileira. Só que isso não agrada e exige todo um pensamento que a maioria dos telespectadores não tem e não quer ter

                                                                                                                           Fonte:natelinha

Deixe um comentário

Arquivado em televisão notícias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s